Entre os dias 12 e 15 de setembro, ocorreu o XXIV Encontro Nacional da Federação dos Empreendedores Adventistas do Brasil (FE). O evento foi realizado em Foz do Iguaçu, Paraná, no hotel Bourbon Cataratas Convention & SPA Resort, com o objetivo de promover integração entre os membros e compartilhar testemunhos dos ministérios de leigos.

O encontro contou com a participação do diretor mundial de comunicação da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), pastor Williams Costa Júnior, orador do evento, e sua esposa Sonete Costa, que apresentou mensagens musicais. Para Costa Júnior, o mundo tenta separar as pessoas, mas um evento como esse faz o contrário, reúne e inspira. “É uma motivação, uma oportunidade para expandir a visão da missão e do serviço da nossa Igreja. O encontro da FE alcançou todos esses objetivos. Para mim, pessoalmente, foi uma grande bênção”, afirma o líder.

O pastor Rafael Rossi, líder sul-americano de comunicação da IASD, acompanhou os quatro dias de programação e participou no dia 13, sexta-feira, com uma meditação matinal. De acordo com ele, a Igreja Adventista tem uma solene e nobre missão: levar a mensagem do evangelho a todo o mundo. Para isso, é preciso que cada pessoa vá além do que já está acostumada. “Esses são os objetivos da FE. Reunir empresários, empreendedores, executivos, profissionais liberais, enfim, pessoas que podem nos ajudar a caminhar a segunda, a terceira e até a quarta milha para que a pregação do evangelho seja potencializada e o seu alcance seja multiplicado. A FE sonhou com um meio de comunicação em massa e isso hoje é uma realidade na Igreja. Há ministérios de apoio à pregação do evangelho que a FE ajuda a sustentar, ajuda para que continuem a levar a salvação em lugares difíceis e longínquos, com as estratégias mais variadas possíveis. Um evento como esse soma à Igreja e à sua missão”, diz Rossi.

 Outros convidados especiais também tomaram parte no programa, como as cantoras Talyta Alves e Sandra Abranches, o vice-presidente da IASD para a América do Sul, pastor Almir Marroni e o médico cirurgião Elias Morsch, presidente da FE. O pastor Marlinton Lopes, presidente da União Sul Brasileira (USB), acompanhou todas as atividades e assegura que os pastores estão acostumados a ouvir testemunhos, mas dessa vez houve algo diferente.

 O evento trouxe impacto. “Isso aconteceu porque nós vemos que esses empreendedores não colocam apenas recursos nos projetos, mas também o coração, tempo e influência. Creio que a Igreja só pode ser beneficiada por essa visão que eles demonstraram no encontro”. A programação foi composta por testemunhos e apresentação de ministérios apoiados pela FE, como o Roupão da Fé, Salva-Vidas Amazônia, Associação Poder, Reinvent Art, Os 300 de Gideão, Cadeiras que Salvam, Bangladesh, entre muitos outros. Segundo Marcos Camilo, idealizador do projeto Roupão da Fé, o encontro trouxe a oportunidade de interagir e dividir experiências. “Aqui vejo pessoas que têm uma condição financeira diferente da minha, que amam e trabalham para a mesma Igreja e promovem a mesma esperança, de que um dia estaremos em um lugar onde não haverá mais desigualdade e sofrimento. Por isso, fazer parte deste ministério é uma bênção especial na minha vida.

 Estou entre irmãos de culturas diferentes, condições financeiras diferentes, mas voltados ao mesmo propósito: anunciar que Jesus vai voltar e viveremos para sempre com Ele no Céu”, almeja.

 A FE é um movimento voluntário que nasceu com o objetivo de utilizar talentos, vocações e recursos de empreendedores adventistas no cumprimento da pregação do evangelho, missão estabelecida por Cristo e compartilhada pela IASD. Os diversos projetos apoiados recebem atenção financeira para atingir metas voltados ao crescimento do evangelismo e fortalecimento espiritual.

Disclaimer